Gestão orientada a resultados

by Patric Dall asen
11 meses ago
338 Views

O interesse em estudar modelos de gestão sempre desperta a curiosidade quanto ao modelo ideal a ser aplicado e se ele existe de fato.

Essa crença se dá pois podemos ter duas empresas do mesmo segmento, com o mesmo porte, adquirindo produtos dos mesmos fornecedores, ambas economicamente bem-sucedidas, mas cada uma com uma estratégia diferente. Nesse caso como podemos definir a melhor estratégia se ambas estão sendo guiadas para o sucesso?   Essas múltiplas metodologias no mundo corporativo nos revelam grandes conquistas, grandes resultados, mas revelam o principal que não existe fórmula de sucesso e cada empresa necessita definir seu modelo de gestão ideal.

Vicente Falconi diz:

“Empresas excepcionais são feitas de pessoas excepcionais inseridas em uma cultura de alto desempenho”

Assim como essa passagem sábia de Vicente Falconi devemos considerar que são pessoas uma das fórmulas ou base do sucesso da gestão. A frase nos faz refletir que não podemos almejar empresas de alto desempenho, altamente competitivas, com produtividade acima da média, mas com pessoas medianas.

Fazendo uma analogia, costumo dizer que existem setores que se equiparam em movimentações financeiras ao valor de um carro de luxo, ou até mesmo acima disso. Porém nos deparamos com esse mesmo carro sendo guiado por pessoas que não possuem habilitação necessária, ou até mesmo não compreende o tamanho de sua responsabilidade. Gestor, reflita sobre quem conduz os setores estratégicos de sua empresa e não caia na armadilha de confundir um bom “operacional” com um bom “gestor” ou “líder operacional”.  

Será na gestão orientada por resultados que garantimos frente ao mercado maior instabilidade e uma empresa de alto nível competitivo. O foco é direcionado ao desempenho final em vez de se preocupar com a quantidade de tarefas executadas ou com o volume de horas trabalhadas. Justamente por isso, esse modelo exige um alto comprometimento e qualidade da equipe. Caso contrário, as metas deixam de ser cumpridas.

A diferença da gestão orientada a resultados para uma gestão tradicional é que a primeira enfatiza os objetivos, enquanto a segunda irá focar em processos. Na prática, podemos compreender que nenhuma das duas está errada. A questão é que a gestão tradicional se ocupa das tarefas e do fluxo de trabalho, pois acredita que, se forem bem desenvolvidos, os resultados virão. Já a gestão orientada a resultados costuma abrir espaço para contribuições, incentivando a liderança participativa.

Nesse caso, as metas podem ser alcançadas por diversos meios, departamentos ou colaboradores.

Em outras palavras: todos trabalham em conjunto para definir e concretizar os objetivos estratégicos traçados pelo negócio. Portanto uma metodologia baseada na colaboração e no comprometimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *